Bolsonaro abre as portas do Alvorada, defende armas e critica o "desarmamentista" Moro (veja o vídeo)

A semana em Brasília começou diferente no Palácio da Alvorada.

O Presidente Bolsonaro quebrou o protocolo para que os visitantes pudessem entrar na área do Palácio e acompanhar de perto a saída do chefe do nação.

Os visitantes de hoje que estavam no Alvorada são em sua maioria de uma caravana do Rio Grande do Sul. Eufóricos, fizeram várias declarações de apoio à Bolsonaro.

Um dos presentes era um senhor que ficou paraplégico ao sofrer um tiro durante um assalto e defendeu o porte de arma legal.

Na oportunidade, Bolsonaro criticou o ex-ministro Moro, que era desarmamentista e dificultava as políticas públicas assumidas em campanha para dar o direito aos cidadãos de bem de terem posse e porte de armas.

Confira:

da Redação

Comentários