Suposto caso amoroso de Gugu, desiste da herança

A morte do apresentador Gugu Liberato, em novembro de 2019, causou um enorme embaraço judicial, seja por parte de sua família, filhos, esposa e inclusive sua mãe, ou por um suposto caso amoroso com o chef de cozinha, Thiago Salvático, de 32 anos.

Thiago afirma que manteve um relacionamento amoroso com o apresentador por mais de oito anos e entrou com um pedido judicial para o reconhecimento de uma união estável entre os dois, para assim, ter uma parte na herança deixada por Gugu.

Entretanto, nesta segunda-feira, dia 1º, o juiz José Walter Chacon publicou um documento da defesa do chef de cozinha, no qual o mesmo desiste da ação judicial.

“Thiago Borges Salvático, por seus advogados, nos autos da ação de reconhecimento de união estável post mortem movida contra João Augusto Di Matteo Liberato e outros, em curso perante juízo, vem respeitosamente à presença de V. Exa. desistir da presente demanda, por razão de foro íntimo”, diz o documento.

Salvático que vive na Alemanha, não explicou exatamente os motivos que o levaram a desistir da ação, porém em nota enviada ao jornalista Léo Dias, disse que a desistência não significa que ‘abriu mão do direito ao reconhecimento da união estável’.

“Por razões de foro íntimo, prefiro não dar prosseguimento à ação neste momento”, explicou.

Agora, com a desistência de Thiago Salvático, continua apenas a ação movida por Rose Miriam Di Matteo, viúva de Gugu, que também pede o reconhecimento de sua união estável com o apresentador.

Em seu testamento, Gugu Liberato deixou seus bens divididos apenas entre seus três filhos, João Augusto, 18, e as gêmeas Marina e Sofia, 15, além de seus sobrinhos.

Fonte: Folha de S. Paulo

da Redação

Comentários