No BRASIL, diferente dos EUA, o preconceito SOCIAL é infinitamente maior que o racial

Nunca segui a moda. Sempre fui dono do meu nariz, do meu destino e das minhas opiniões.

Não vejo TV, não suporto rádio e nem dou crédito algum a personalidades.

Algumas eu aprecio, e muito, o trabalho artístico, não pessoal, enquanto outras eu prefiro ignorar por completo.

Me espanta o número de pessoas que se dizem "anti-sistema", "anti-stablishment", mas não podem ver uma modinha que já querem fazer parte.

Se colocam contra Israel sem conhecer NADA sobre os conflitos do Oriente Médio, assim como assumem posição em qualquer conflito que desconhecem, apenas porque "alguém" famoso disse que é o correto.

São tantos, mas tantos filtros de Facebook e campanhas progressistas nas redes sociais que chego a sentir vergonha (muita) e medo de quem realmente são estas pessoas que aderem a estes "modinhas".

Modinha de rede social é o retrato perfeito do "another brick in the wall". É ser mais do mesmo e seguir a manada, enquanto chama o amiguinho de gado.

Sinceramente é para rir...e muito!

Eu detesto correntes, pirâmides e qualquer outra idiotice que insulte um cérebro ativo.

Desculpem, mas se vocês seguem este tipo de coisa, vocês são completos idiotas.

A propósito, antes de se tornar um "antifascista", por obséquio, estude o que foi o Fascismo, mas não seja preguiçoso, não vá ao Wikipedia, ok???? Leia!!!!! Leia, porra!!!!

No mais, postar quadrinho negro pra alimentar seu ego, vaidade e dizer aos amiguinhos, "olha, eu me importo com negros", quando todos que te seguem nunca viram sequer UMA foto sua ao lado de um irmão afrodescendente não te fazem um "cara legal", mas sim deixam claro o quanto você é um hipócrita vaidoso e por dentro das "modinhas".

Lamento contrariar (e não seguir) a sua estúpida corrente, mas pra mim TODAS as vidas importam.

Não defendo uma única raça, crença ou o que seja. O ser humano é ÚNICO. Eu não o julgo (e nem o separo) pela cor da tez, pois quem faz isto é um idiota. Aliás, tão idiota quanto quem segue correntes.

Negros, brancos, amarelos, morrem diariamente nas mãos de assassinos, estejam estes fardados ou não.

George Floyd é mais uma vítima da violência urbana que deve ser contida, julgada, condenada e não disseminada.

Bater em idosas brancas e inocentes que se locomovem numa cadeira de rodas não "vingam" a morte de ninguém.

Roubar, quebrar, tacar fogo em prédio com crianças (brancas e negras) dentro, ídem.

Faço das palavras de Martin Luther King Jr., as minhas:

"A injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo o lugar."

Parem de fomentar a estupidez, a segregação.

TODAS AS VIDAS IMPORTAM.

Somos TODOS irmãos de alma. Não há cor que nos divida. Quer destruir o racismo, comece pelos seus gestos e atitudes.

Seguir modinha progressista só demonstra que és uma estúpida marionete e não um paladino da justiça.

No BRASIL, diferente dos EUA, o preconceito SOCIAL é infinitamente maior que o racial.

Olhem ao seu redor e façam algo DECENTE.

Abrace seu irmão!!! Lute com ele, se houver ataque, mas deixe de ser apenas mais um babaca seguidor de regras impostas por quem não dá a mínima para quem (e o que) você é.

Lute com JUSTIÇA contra as INJUSTIÇAS.

Postar fotinho e hashtag não muda PORRA NENHUMA.

Texto publicado originalmente na página parceira A Toca do Lobo.

Visite à página A Toca do Lobo

Comentários