Villa em maus lençois: Advogados representam por crimes contra a Segurança Nacional, difamação e injúria

O historiador e comentarista político Marco Antonio Villa definitivamente está numa situação bastante complicada.

Irresponsável, aético e falastrão, finalmente irá responder por suas condutas criminosas contra o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Nesse sentido, um grupo de advogados propôs nesta quarta-feira (3) representação criminal junto a Procuradoria-Geral da República por eventuais crimes cometidos contra a Lei de Segurança Nacional, difamação e injúria.

Na petição, os advogados relatam ofensas gravíssimas dirigidas por Marco Antonio Villa ao presidente da República e a seus apoiadores, atribuindo pechas de “criminosos, fascistas, nazistas, antissemitas e traidores da pátria”.

A conduta de Villa, de acordo com o conteúdo do petitório, é revestida de “ódio por convicções políticas frustradas”, utilizando-se da “sua condição de jornalista e historiador para se valer de ofensas à honra do Presidente da República e dos seus apoiadores que transcendem a liberdade de expressão”.

Abaixo, a íntegra da petição:

da Redação

Comentários