Esposa de prefeito socialista é indiciada pela morte de filho da empregada (veja o vídeo)

A primeira dama de Tamandaré, Sari Gaspar Corte Real, que é patroa da doméstica Mirtes Teixeira, foi indiciada pela polícia civil de Pernambuco, pela morte do menino Miguel Otávio Santana da Silva, de 5 anos.

Miguel teria saído da casa de Sari e entrado no elevador , se dirigindo ao nono andar onde subiu em uma pequena grade de proteção e caiu.

O fato ocorreu no dia 03 de junho.

A mãe da criança teria ido trabalhar no local e levado a criança, pois não teria com quem a deixar.

O acidente ocorreu quando ela saiu para passear com o cachorro da patroa.

A polícia não divulgou o nome da indiciada, mas a mãe de Miguel revelou à imprensa que ela era Sari Gaspar, a esposa do socialista Sérgio Hacker (PSB), o prefeito de Tamandaré, que fica a 144 km de Recife.

O casal possui residencia nos dois municípios.

Polícia

Segundo o delegado Ramon Teixeira, a primeira dama Sari Gaspar prestou depoimento à polícia, foi indiciada por homicídio culposo, por negligência na guarda da criança, pois estava temporariamente com a responsabilidade de cuidar de sua segurança.

Foi estabelecida uma fiança de R$ 20.000,00. Ela pagou e foi para casa.

Análise do caso

É muito difícil ver uma criança ser negligenciada dessa maneira. Imagine se fosse o contrário: Que a doméstica estivesse em casa com a criança de 5 anos da patroa e a tivesse deixado sair e ela tivesse caído do nono andar. Possivelmente teria sido presa e encaminhada a um presídio; olhe lá se não seria morta por outras presas que se revoltam com maus tratos à crianças. Mas como é a primeira dama, e tinha dinheiro para pagar a fiança, ficou soltinha e vai chamar os caros advogados para, livrar a sua cara e se possível criminalizar a empregada.

É muita injustiça.

Veja o vídeo

Everson Leal

Radialista

Comentários