assinante_desktop_cabecalho

Bolsonaro aventa deixar a OMS: “Só tirar a grana que pensam diferente” (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Na sexta-feira, 5 o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou estar pensando em deixar a Organização Mundial da Saúde (OMS), devido ao viés ideológico do Órgão.

“Adianto aqui: Os EUA saíram da OMS, a gente estuda no futuro. Ou a OMS trabalha sem o viés ideológico ou a gente está fora também”, disse Bolsonaro na frente do Palácio da Alvorada.

E prosseguiu:

“Não precisamos de gente lá de fora dar palpite na saúde aqui dentro. Ou a OMS realmente deixa de ser uma organização política e partidária ou nós estudamos sair de lá.”

No final de maio, o presidente americano, Donald Trump, anunciou que os EUA estavam cortando relações com a organização. Segundo Trump, a OMS tem ligações estreitas com a China.

“Só tirar a grana que eles [OMS] começam a pensar diferente”, reiterou o presidente.

Bolsonaro relembrou que após Trump cortar a verba do OMS, curiosamente os testes com a cloroquina voltaram.

Confira:

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar