Advogados entram com Mandado de Segurança contra Santa Cruz, por omissão

Os advogados de Bernardo Küster e Sara Winter, censurados pelo inquérito das fake news, após determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, receberam nesta sexta-feira, 5, apoio de um grupo de advogados que acionaram judicialmente o presidente da OAB, Felipe Santa Cruz, por omissão na defesa das prerrogativas da categoria.

De acordo com o Estatuto da OAB, o advogado deve ter total acesso aos autos e inquéritos, o que, pelo visto, não está sendo respeitado.

Segundo o grupo, o principal objetivo “é fazer acordar o presidente da OAB para os gravíssimos desrespeitos às prerrogativas".

"Efetivamente reaja e aja em defesa da advocacia e pare de intrometer em assuntos que não interessam à classe. Precisamos de uma OAB que defenda, exclusivamente, a advocacia, e não interesses de partidos ou ideologias políticas”, disse Flávia Ferronato, uma das subscritoras da ação.

O silêncio de Felipe Santa Cruz, diz muito sobre o seu caráter...

O mandado de segurança foi distribuído para a 6ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal, nº: 1032259-50.2020.4.01.3400.

Eis o documento:

da Redação

Comentários