Weintraub e a luta pela liberdade (Veja o vídeo)

O ministro do STF Celso de Mello negou o recurso de Abraham Weintraub e manteve sua intimação para depor à Polícia Federal pelo suposto crime de racismo por comentários do ministro nas redes sociais, em relação à China e a relação direta do país com a pandemia e seus efeitos.

Torna-se cada vez mais evidente à perseguição ao ministro da Educação. Por ser conservador e não seguir a agenda dos progressistas e corruptos, ele já vinha sofrendo ataques covardes desde que assumiu o cargo, porém, depois da reunião ministerial que Celso de Mello trouxe a público, a pressão sobre o ministro ficou ainda maior. Weintraub representa uma verdadeira pedra no sapato do sistema, dos extremistas de esquerda e demais parasitas que se alimentam da coisa pública.

Veja o vídeo:

da Redação

Comentários