Governo valoriza minorias e, em cerimônia emocionante, empossa deficiente visual como Secretário Nacional de Justiça

Nenhum governo abraçou tanto as causas de minorias, abrindo inclusive diversos campos de trabalho para deficientes físicos, como o governo atual.

Claro que para os chatos arrogantes desta oposição estúpida ou completamente fora da realidade, isto não represente nada, afinal, para esta turma, "minorias" só são válidas quando seguem a mesma cartilha, fora isto são inimigos.

Tomou posse hoje como secretário nacional de Justiça (Ministério da Justiça e Segurança Pública), Claudio de Castro Panoeiro, um deficiente visual.

Novamente a primeira dama, em discurso emocionado, ao lado do presidente Jair Messias Bolsonaro, prova que vem atuando forte (sem apoio de mídia) nas questões sociais e causas que vem abraçando.

Fica apenas uma pergunta:

O que as últimas "primeiras damas" fizeram de útil para a nação?

Aos que vivem arrumando "pelo em ovo", um conselho: parem, por favor, de encherem o saco e comecem a valorizar o que, ao menos, merece ser valorizado na atual gestão.

RESPEITO é bom! Deixem o Brasil andar.

OBS: Infelizmente, aguardem "piadinhas" de humor negro que a "turma do bem" já deve estar preparando, afinal o "politicamente correto" desta turma só funciona se a "minoria" seguir a cartilha que eles pregam. Caso contrário, deixa de ser minoria para eles.

Texto publicado originalmente na página parceira Toca do Lobo.

Visite à página Toca do Lobo

Comentários