Canhedo, ex-bilionário dono da Vasp, tem até a casa penhorada pela Justiça do Trabalho

Wagner Canhedo, que outrora foi um exemplo de sucesso na vida empresarial, teve esta semana a sua residência em Brasília penhorada pela Justiça do Trabalho. 
Canhedo ficou conhecido nacionalmente em 1990, quando adquiriu junto ao Governo de São Paulo o controle da Vasp, na época a principal empresa de aviação do Brasil.
Sua história foi amplamente ressaltada, de garoto pobre, de origem extremamente humilde, para homem rico e poderoso. 
Canhedo se tornou milionário com apenas 26 anos de idade e chegou a chefiar um grupo de dezessete empresas, com 15.000 funcionários, que faturava 2,2 bilhões de dólares por ano. Chegou a ser um 'bilionário'.
Os negócios de Canhedo começaram a regredir quando não resolveu o problema das dívidas da Vasp que, ao contrário, se agravaram.
A falência da Vasp foi decretada em setembro de 2008.
A dívida trabalhista da empresa, ora cobrada dos sócios, é de cerca de R$ 2 bilhões.
Além da casa de Wagner Canhedo, também foram penhoradas as respectivas residências de seus filhos, Wagner Canhedo Filho, Ulisses Canhedo Azevedo, Cesar Antônio Canhedo Azevedo e Rodolfo Canhedo Azevedo. Os bens encontrados dentro dos imóveis também foram objeto de penhora.
da Redação

                                         https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Economia