assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Senhor Presidente, Já é hora do Churchill

Ler na área do assinante

Durante as arruaças de domingo, 07, promovidas pelos ditos anti racistas na Inglaterra, esses picharam a estátua de Winston Churchill como sinal de protesto. Adeptos a um movimento que se autodenominam “anti-fascistas” esses ineptos cooptam torcidas organizadas, movimentos de donas de casa e a extrema imprensa, para se lançarem contra os governos de direita, eleitos democraticamente..

Por aqui, em terras brasileiras, a coisa não está diferente. Tivemos que assistir no sábado passado, o professor Olavo de Carvalho nas redes sociais reclamar da inércia da direita - e também dos militares - ante o avanço terrorista que a esquerda vem pautando desde a eleição do Presidente Bolsonaro.

Olavo esbravejou contra uma sonolência da Presidência, o despreparo do empresariado e a apatia de seus alunos na resposta aos ataques da esquerda e da extrema-imprensa contra a sua pessoa.

Por falar em extrema-imprensa, ela logo não perdeu a oportunidade em produzir fake news utilizando o desabafo de Olavo. A extrema-imprensa logo correu com mais de cem matérias distorcendo as palavras do professor, classificando os xingamentos como “rompimento com o Bolsonaro”.

Evidente mentira, diga-se de passagem, logo desmentida pelo próprio Olavo.

Porém, é fato que a esquerda vem de modo avassalador cercando as destrambelhadas forças direitistas que na atual conjuntura ainda se mostram como um amontoado de pessoas que brigam entre si.

Aquelas mesmas forças que garantiram a faixa Presidencial a Jair Bolsonaro são agora atacadas por movimentos que se denominam antifascistas. Nada mais é do que uma nova narrativa da esquerda que consiste em “xingar daquilo que ela mesmo é”, diria Olavo.

As ações da esquerda em sabotar a Presidência da República não são de agora, vem tópico a tópico sendo implementadas.

O STF tem sido ativo nisso, principalmente através do ministro Alexandre de Moraes, impedindo posse de diretor da Polícia Federal, mandando a PF apreender notebooks e celulares de apoiadores da direita.

As constantes anulações de decretos e vetos Presidenciais por parte do congresso brasileiro, que é majoritariamente esquerdista. Celebridades, entre escritores, atores de televisão assinando manifestos denominados “Frente Ampla” para no fundo derrubar o Presidente Bolsonaro.

Além das matérias da extrema-imprensa que diariamente distorcem e fabricam fatos e acontecimentos para colocar o povo contra a Presidência.

Sim. A narrativa da esquerda está toda montada não apenas contra o Bolsonaro ou seus ministros, caso do Weintraub, mas contra toda a direita.

Por isso, senhor Presidente, nada mais justo do que lembrar daquele discurso de vitória feito online onde exibia a Bíblia, o livro do Olavo e “memória da segunda guerra” de Winston Churchill. Bem, a Bíblia tem todos os dias uma palavra de sabedoria, Olavo diariamente tem lhe dado algumas dicas, mas agora, já é a hora do Churchill.

É mostrar ao mundo as vísceras do fascismo que se fantasia de antifascismo no Brasil. É mostrar aos brasileiros e a todo o planeta que o Foro de São Paulo, jornais de extrema-imprensa, artistas de televisão e rádio, e grupos empresariais se uniram para derrubar um Presidente legitimamente eleito.

Lembre-se, Senhor Presidente, “conhecerei a verdade e ela vos libertará”. As forças da esquerda é que costumam se esconder em mentiras, em difamações e na insolência de falcatruas. Mas, nós, filhos da luz, não tememos o mal. Foi assim que Winston Churchill enfrentou o fascismo. “Eu vi os olhos do demônio” disse Churchill em um dado momento. É assim, Senhor Presidente, lutando debaixo da Autoridade de Deus, que venceremos o demônio.

Daniel Souza Júnior

Editor do blog Teoritica. Aluno do Programa de Mestrado em Administração da ESAG/UDESC.

assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários