O terror implantado pelo STF

O que caracteriza um Estado de Exceção é justamente a atmosfera de medo e apreensão pública, que transforma a expressão de uma simples opinião, de uma simples crítica, num ato clandestino e criminoso.

Milhares, hoje, sentem esse tipo de temor ao falar sobre os órgãos da Justiça.

Há um número imenso de pessoas em um processo de pânico coletivo.

Gente simples e comum, com receio da PF bater na sua porta, sua família ser constrangida, por conta de um meme ou uma hashtag na internet, ou de ser tachado como bandido por órgãos de mídia fraudulentos.

Enquanto isso, temos que aturar o discurso cínico da normalidade institucional e do Estado de Direito, duas fantasias inexistentes na atual conjuntura nacional.

A verdade é que há um claro medo permeando as relações nas redes sociais, e não vejo nenhum movimento real para dissipa-lo.

André Porciuncula

Comentários