Bolsonaro sugere redução do salário de parlamentares para melhorar o auxílio emergencial (veja o vídeo)

Nesta terça-feira, 9, o presidente da República, Jair Bolsonaro, sugeriu a redução do salário de deputados e senadores, com o objetivo de melhorar o valor pago a título de auxílio emergencial.

Informações dão conta, neste primeiro momento, de mais duas parcelas de R$ 300,00 do ‘coronavoucher’, porém existem alguns parlamentares lamentando e considerando ‘baixo’.

Em frente ao Palácio da Alvaroda, Bolsonaro declarou que tem que haver cautela para não se ‘endividar’.

“Eu sei que tem parlamentar que quer mais duas de R$ 600. Tudo bem, se tivermos um programa para diminuir o salário do parlamentar pela metade. Grande parte do salário desses parlamentares será usada para pagar isso. Aí tudo bem. Eu pago até R$ 1 mil por mês, não tem problema nenhum. Mas dizendo de onde vem o recurso. Não podemos nos endividar”, afirmou o presidente.

E prosseguiu explicando:

“A gente não tem como, cada parcela é um pouco mais de R$ 40 bi [impacto para os cofres públicos]. Não tem possibilidade da nossa dívida continuar crescendo dessa maneira. Então a ideia da equipe econômica, a minha também, é mais duas parcelas, talvez de R$ 300.”

Confira:

da Redação

Comentários