“Se não tivesse Olavo, o PT estava aí até hoje”, afirma o jornalista Kim Paim (veja o vídeo)

O jornalista Kim Paim tem um canal no YouTube onde faz um trabalho de investigação importante, divulgando, por meio de dossiês, informações esclarecedoras. Em entrevista à TV Jornal da Cidade Online, ele aborda diversos assuntos, como as ameaças à liberdade de expressão no Brasil; a perseguição ao escritor Olavo de Carvalho; e a falta de traquejo político da direita. Confira alguns destaques:

Liberdade de expressão em risco

“A liberdade de expressão estava ameaçada há cinco, seis meses atrás. Agora já está claro que não existe liberdade de expressão. A gente ainda pode falar, se pronunciar, mas está claro que a perseguição existe. Doria contratou advogados para processar algumas pessoas, cinco pessoas no total que estão sendo investigadas pelo próprio Doria. A própria quantidade de perfis anônimos no Twitter prova isso, muita gente com medo de expor a própria cara.”

A direita e seus marinheiros de primeira viagem

“O povo espera uma reação do presidente, mas, ele não pode agir por ele mesmo, não é igual a um deputado, tem que pedir para a AGU, Ministro da Justiça ou alguém da assessoria dele. Eu penso que muito disso aí está acontecendo pela falta de preparo, porque muitos desses deputados estão no primeiro mandato. Eu acho que faltou isso do nosso lado, foi questão de inexperiência, falta de traquejo político.”

Porque Olavo de Carvalho é tão perseguido

“Desde essas questões de mostrar o que era o PT, a forma como a esquerda age, o que era globalismo, comunismo... possivelmente aprenderam através das ideias de Olavo, que se propagaram na sociedade brasileira. Olavo é aquele cara que formou tanto a base teórica quanto tudo da direita. Se não tivesse Olavo, o PT estava aí até hoje. Várias pessoas voltaram para a igreja por conta de Olavo de Carvalho, sendo que, hoje em dia, todo mundo já sabe, uma das intenções da esquerda é acabar com a religião e fazer com que as famílias se despedacem.”

Kim Paim no inquérito das fake news?

Kim Paim é conhecido pelos dossiês que divulga em seu canal. O último foi o Dossiê PeppaGate, já teve Dossiê Lagosta, sobre Alexandre Moraes, Dossiê Caio Copolla... E já tem gente querendo levar Kim Paim para o inquérito das fake news por causa disso:

“Normalmente acabo recebendo uma notícia... começa a puxar um fio, e vê que tem algo grande. Eu tento trazer matérias da grande mídia. Eu penso assim: ‘Uma pessoa vai assistir a isso daqui, se ela falar que estou errado, não sou eu, é a mídia’, só estou juntando as matérias de forma ordenada, que conte uma história. Luciano Ayan disse que vai fazer um relatório sobre mim e levar até o inquérito. Meu nome já está garantido na próxima leva desse inquérito.”

Veja o vídeo:

Siga o canal de Kim Paim:

https://www.youtube.com/channel/UCuiukp_wROL9PdZKm1hxSfA

da Redação

Comentários