assinante_desktop_cabecalho

Falcatruas no Amazonas com a grana para combate ao Coronavírus resultam em 14 mandados de busca e apreensão

Ler na área do assinante

Nesta quarta-feira, 10, o Ministério Público do Amazonas (MP-AM) cumpriu 14 mandados de busca e apreensão na Operação Apneia, que investiga a compra de ventiladores respiratórios pela Secretaria de Estado de Saúde do estado, que curiosamente dispensou uma licitação.

Entre os alvos dos mandados, estão empresários, servidores públicos e inclusive ex-secretários de governo. Todos são investigados por crimes de inobservância de formalidades essenciais para a dispensa de licitação, lavagem de dinheiro, além de associação criminosa.

Suas residências particulares e a sede da Secretaria de Saúde do Amazonas, também foram alvos da operação.

Até o momento, os elementos levantados, apontam que a contratação foi direcionada para que determinada empresa fosse escolhida para fornecer equipamentos médicos para a SUSAM, fornecimento esse que apresenta fortes evidências de superfaturamento.

A operação foi coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), com o apoio da Polícia Civil.

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar