O POVO é o poder moderador, mas precisa entender isso...

Eu já falei demais deste assunto. Eu sei! Mas é impressionante como algo tão simples, tão básico, que deveria ser ensinado nas escolas, consegue causar tanta confusão.

Fux não "delimitou" os poderes das Forças Armadas. Ele respondeu à "provocação" que o PDT fez à corte, com uma pergunta praticamente retórica.

É ÓBVIO QUE AS FORÇAS ARMADAS NÃO SÃO UM PODER MODERADOR. Elas nem são um poder da República, oras.

Uma de suas funções, de acordo com o Art. 142 da Constituição Federal é a de GARANTIR OS PODERES; mas isso, em absoluto, NÃO SIGNIFICA garantir a governabilidade.

O sistema de freios e contrapesos tem um funcionamento bastante simples:

O POVO elege o Presidente da República (executivo) e o Congresso Nacional (legislativo).

O Presidente nomeia os Integrantes do Supremo Tribunal Federal (judiciário).

O judiciário fiscaliza o legislativo.

O legislativo fiscaliza o executivo e, através do Senado Federal, o judiciário.

O Congresso Nacional é uma peça IMPORTANTÍSSIMA na República. Além de legislar, cabe a ele a fiscalização dos DOIS OUTROS PODERES!

Olhem, então, a quem nós atribuímos tamanha responsabilidade!

E não me venham com a velha desculpa dos intervencionistas, sobre a falibilidade das urnas eletrônicas. Com elas, Eduardo Bolsonaro teve quase dois milhões de votos. Joice Hasselmann mais de um milhão. A lista dos 5 mais votados se completa com Kim Kataguiri, Celso Russomano e Tiririca.

Entre os "campeões" de votos, também temos Sâmia Bonfim, Tábata Amaral, Luiza Erundina, Ivan Valente, Alexandre Frota e Rui Falcão.

Ainda que as urnas sejam falíveis, O POVO REALMENTE ELEGEU estas pessoas. Culpá-las, agora, é não assumir a responsabilidade por nossos próprios atos.

Continuaremos sendo reféns das nossas escolhas, esperando um milagre que não virá ou um herói que não existe, enquanto não entendermos que O POVO É O PODER MODERADOR!

É NOSSA A RESPONSABILIDADE E SÃO NOSSAS AS CONSEQUÊNCIAS.

"Se existe um idiota no poder, é porque os que o elegeram estão bem representados." (TORELLY, Apparício Fernando de B.)

Felipe Fiamenghi

O Brasil não é para amadores.

Comentários