assinante_desktop_cabecalho
assinante_desktop_menu_principal

Oportunista, Moro celebra prisão de Sara Winter

Ler na área do assinante

Nesta segunda-feira, 15, o ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro, comemorou a prisão da ativista Sara Winter, após determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Moro afirmou que a prisão de ‘radicais’ que, a pretexto de criticar o STF, ameaçam explicitamente a instituição e seus ministros, é ‘correta’.

“A liberdade de expressão protege opiniões, mas não ameaças e crimes. O debate público pode ser veemente, mas não criminoso”, escreveu o ministro, em suas redes sociais.

No fundo poço, Moro agora está, inclusive, de acordo com um inquérito sem "pé nem cabeça", absolutamente inconstitucional.

De qualquer forma, imediatamente, o ex-herói recebeu a melhor resposta:

"E chamar o presidente e todos os seus apoiadores de 'nazistas' ou 'fascistas', pode? Porque não me lembro de você ter falado em crime nesse caso, Macbeth."

Triste fim...

Confira:

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape

Comentários