Quanto pior, melhor... Melhor para fazer a população acordar

Aprendi com minha velha e sábia mãe a torcer pelo caos para se ter algum resultado.

Quantas vezes eu ouvi: filha, quanto pior, melhor!!

Essa frase nunca fez tanto sentido pra mim!

Vejo muita gente desesperada. Outros jogando a toalha.

Pessoas que até ontem assistiam o Jornal Nacional e acreditavam em tudo o que passava.

Pessoas que achavam um absurdo quando falávamos que o Foro de São Paulo é o maior inimigo da América Latina ou que a esquerda tem um plano internacional, moldado por anos, para dominar todos os continentes.

Quando alguns alertavam sobre os riscos de um golpe, muitos riam e diziam que golpista era quem colocava militares no poder.

Agora que o jogo está ficando escancarado muita gente se apavorou.

Cumbica, Galeão ou qualquer outro aeroporto internacional não é mais uma alternativa tão viável.

Porque fugir sempre é a melhor saída para aqueles medrosos que acham que não vale a pena lutar pelo que acreditam.

Sim, o caso é sério, mas nunca foi tão fácil reconhecer os inimigos.

Muitos estão assustados, mas eu estou feliz!!

Quanto pior, melhor!

Melhor para fazer a população acordar.

Melhor para as pessoas se indignarem.

Melhor para fazer os acomodados se mexerem.

Porque enquanto está tudo mais ou menos ninguém faz nada...

Flavia Ferronato. Advogada. Coordenadora Nacional do Movimento Advogados do Brasil.

Comentários