Absurdo: Deputado do Rio quer proibir uso do ‘mata-leão’ em abordagens policiais

O deputado estadual do Rio de Janeiro, Max Lemos (PSDB), apresentou um projeto de lei para proibir policiais de imobilizarem suspeitos usando técnicas de estrangulamento.

Segundo o deputado, o ‘mata-leão’ - técnica de estrangulamento do Jiu-Jitsu Brasileiro - é “um método letal” de abordagem.

De acordo com texto apresentado pelo tucano, o projeto de lei, se aprovado, irá proibir “todo golpe ou manobra efetuada com intuito de imobilizar a pessoa abordada pelas autoridades policiais ou agentes de segurança, provocando asfixia”.

“Não é de hoje que existe truculência policial em abordagens, [...] o mata-leão é um método letal”, diz o vergonhoso projeto.

Ainda segundo o texto, policiais e agentes de segurança públicos ou privados ficam sujeitos às sanções cíveis e penais cabíveis.

As técnicas de abordagem feitas por agentes da Segurança Pública são específicas para cada caso, o uso da força ou de alguma técnica de estrangulamento apenas é utilizado quando o indivíduo mostra resistência a prisão, ou ameaça a integridade física de pessoas, policiais ou dele próprio.

Policiais são profissionais preparados para o uso de artes marciais em suas abordagens.

da Redação

Comentários