"Ditadura da Toga" chega no entorno da Rede Globo

Uma reportagem da RBS TV - afiliada da Rede Globo na região Sul do país - que trata da concessão irregular do auxílio emergencial, está sob censura prévia.

Uma das pessoas citadas na reportagem entrou na Justiça e o juiz Daniel da Silva Luz, da comarca de Espumoso, no Norte do Rio Grande do Sul, concedeu liminar impedindo a publicação de material que envolva o nome da autora da ação.

O juiz ainda determinou multa de R$ 50 mil reais caso a decisão seja descumprida.

A Constituição brasileira proíbe a censura prévia.

A RBS TV declarou que vai recorrer.

Em nota, a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão, a Associação Nacional de Editores de Revistas e a Associação Nacional de Jornais declararam que estão acompanhando com preocupação a decisão que impede o pleno exercício do jornalismo pelo Grupo RBS.

As associações disseram ainda que a decisão privilegia o interesse individual em detrimento do direito da coletividade. E que as matérias jornalísticas investigativas são serviço indispensável à população.

O Judiciário entende e acredita que pode tudo... É o poder soberano.

São tempos sombrios...

Fonte: G1

da Redação

Comentários