Queiroz é preso em Atibaia

Fabrício Queiroz foi preso em Atibaia, interior de São Paulo, na manhã desta quinta-feira (18).

A acusação contra o ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro é a movimentação de um montante de R$ 1,2 milhão em sua conta, valores considerados atípicos.

Os mandados de busca e apreensão e de prisão foram expedidos pela justiça do Rio de Janeiro, num desdobramento da investigação que apura esquema de "rachadinha" na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

A prisão foi feita numa operação da Polícia Civil e o Ministério Público de São Paulo.

Na mesma operação, outros mandados estão sendo cumpridos.

O que se espera é que tudo seja apurado e o caso não seja usado contra o governo.

Aliás, o campeão de rachadinha é um petista, André Ceciliano, atual presidente da Alerj.

Elisângela Barbiere, assessora Especial de Técnica Parlamentar lotada no gabinete de Ceciliano, segundo o Coaf, juntamente com outros funcionários movimentou em contas bancárias R$ 49,31 milhões, o maior valor na Alerj.

da Redação

Comentários