A derrocada das ideologias de esquerda

Momento GOOGLE: Significado de DERROCADA

1.demolição; destruição, desmoronamento, desabamento.

2.FIGURADO (SENTIDO)•FIGURADAMENTE

mudança brutal que leva a um estado de colapso, de ruína; queda acompanhada de decadência, degradação.

Muitas vezes, no calor da luta, os pensamentos ficam embaçados e, ao que parece “deixamos de pensar” de forma equilibrada e baseados na realidade dos fatos.

Isso pode ocorrer por influências (da mídia principalmente); pela ação de pessoas notórias; falta de informação (verdadeira) e até por uma certa desesperança que nos acomete diante de tanto ativismo nos bombardeando, sem piedade, o tempo todo.

Penso que é algo que está acontecendo agora, mas de um modo geral a maioria das pessoas está começando a refletir melhor sobre o que, de fato, está em jogo nesse imenso e confuso tabuleiro.

Apenas para nos situarmos, vamos fazer um breve exercício mental.

Pense nas seguintes questões que vou colocar e não digam nada, apenas pensem, avaliem, reflitam...

Vamos lá fazer uma “musculação mental”:

• Vocês acreditam na possibilidade de haver um regime de exceção no Brasil comandado pelo Supremo?
• Vocês podem imaginar um Governo que seja comandado HOJE, pelo poder legislativo (por quem quer que seja)?
• Vocês conseguem vislumbrar um regime de exceção comandado POR ALGUM GRANDE CANAL DE IMPRENSA ou financiado por ela?
• É possível acreditar em algum representante da esquerda (Lula, Haddad, Ciro, Dória, Witzel (mesmo que alguns não se digam de esquerda) ... apenas para citar alguns postulantes, assumindo e governando o Brasil?
• Se não fosse Bolsonaro, quem mesmo seria o GOVERNANTE do Brasil, com que projeto de governo?

Já que estamos refletindo sobre o tema: quais são mesmo, os princípios que devem nortear os interesses majoritários do Brasil?

Se pelo menos uma das respostas aos questionamentos acima, fosse a de que as IDEOLOGIAS DE ESQUERDA, ou de quem as defende são uma possibilidade plausível para os interesses da População e para o País, melhor seria entregar as chaves do Palácio e mudar pra “SBÓRNIA”...ou “PASSARGADA”.

Mas está totalmente fora de cogitação, que as práticas que vimos nos últimos 13 anos do “desgoverno” PT, possam ser reeditadas por aqui. Estou certo? Ou alguém tem dúvida?

Deixo para você pensar...como disse, é um momento da mais profunda reflexão. Mas também de posicionamentos e de ação.

E QUE DISCURSO REFLETE AS ASPIRAÇÕES MAJORITÁRIAS DA NAÇÃO?

Quando falamos em discurso, estamos falando sim, em ideologia e o que ela defende/representa. Assim, qual seria o DISCURSO VENCEDOR da Esquerda para REASSUMIR O GOVERNO (já que continua no poder como disse em artigo anterior, mas não por muito tempo)?

Não vemos nenhum... apenas narrativas. Sem elas, quais seriam mesmo as propostas?

Você votaria em algum dos citados acima para te governar? Com base em qual “DISCURSO VENCEDOR” ou Realidade de propósitos... isso parece um filme que já cansamos de ver.

O que a População quer é: Liberdade, Emprego e Renda, Segurança, Saúde, Possibilidade de crescer economicamente e como cidadão, Governo e Políticos Honestos, para citar algumas das demandas visivelmente expressas. Quais desses temas foram abordados e providos pela Esquerda ou quando a ideologia Esquerdista pensou, honestamente, em prover algo parecido?

POR QUE AS IDEOLOGIAS DAS ESQUERDA ESTÃO EM DERROCADA?

Nas mais de duas décadas de IDEOLOGIAS PROGRESSISTAS (progressista Marxista, no caso dos governos do PT) o que vimos foi UM PROJETO DE PODER TOTALITARISTA, amplamente bancado por CORRUPÇÃO, e totalmente dissociado dos anseios da população: um “copo que foi enchendo, enchendo ... até transbordar, o que aconteceu no Governo Dilma, como vimos.

Com ela, o discurso da Esquerda no Brasil, como ocorreu em boa parte do Planeta, foi julgado pela população e, condenado na “INSTANCIA” contra a qual não há recursos possíveis: A DAS URNAS.

No caso da ARGENTINA, a falta de noção da realidade por parte da maioria da população (diz-se que foi uma eleição polarizada e quase meio a meio, ou seja, há muitos perdedores e, aparentemente, os vencedores também serão perdedores).

Los Hermanos, trouxeram de volta o Peronismo (que se considera de esquerda), algo na contramão da história e que vai impor um preço caro aos Argentinos, como o processo Estatizante que já teve início. Lá, diferentemente daqui, não se deram conta em tempo, do que estava em jogo e representava um alto risco de retrocesso. As consequências, para eles, serão desastrosas, do ponto de vista político, econômico e social.

Na América Latina, para falar do nosso continente, não há mais espaços para Lulismos, Chavismos, Madurismos... ou Peronismo. Esse tempo passou: já não é possível esconder como antigamente toda a corrupção e oportunismo que esses nomes representam.

EM QUE AMBIENTE ESSE PROCESSO HISTÓRICO ACONTECE

Com o PT no poder, não havia pluralidade de opinião. O que tínhamos, uma vez que o PT comprava tudo e todos, era uma visão “monolítica” da realidade.

As REDES SOCIAIS colocaram esse modelo de comunicação em cheque e uma pluralidade de discursos e opiniões se apresentou... e o Brasil mudou, mesmo que muitos insistam em não ver: por miopia, covardia ou confusão mental.

Num ambiente pluralista, cada pessoa tem o direito de se expressar ou acreditar no que bem entender. Ter uma ideologia é direito de todos e defendê-la, uma prerrogativa pessoal: num ambiente Republicano (também dito, Democrático), isso é absolutamente normal.

Logo, não é esse o problema e, sim:

• Os interesses escusos por trás dos que defendem a volta de um status quo anterior às urnas (falo de interesses econômicos mesmo, algo que não tem nada a ver com Ideologia, ou representa a “IDEOLOGIA DA GRANA E DO PODER”;
• Num mundo “GLOBALITIZADO” sim, pode haver interesses que se mesclam com Ideologias Totalitárias e interesses econômicos. O Universo político é, cada vez mais, uma plataforma tecnológica sofisticada. A guerra que se anuncia é outra...vamos ter que aprender a nos defender.
• Vivemos uma Crise sanitária (Pandemia) que está sendo tomada como ferramenta psicológica para “Moldar a Sociedade”, algo a que chamo de DIGITALIZAÇÃO SOCIAL (Artigo que em breve publicarei aqui no canal).

MAIS UMA VEZ, O PROBLEMA NÃO É O BOLSONARO OU A SUA IDEOLOGIA

Quando vemos o intenso embate político promovido pelos interesses “feridos pelas urnas”, cabe uma outra boa reflexão:

O PLANO ARTICULADO PARA DERRUBAR O GOVERNO não passa de uma tentativa desesperada, e que será frustrada, de RESSUSSITAR um discurso político ideológico que não cabe mais no BRASIL. Aliás, não cabe no Mundo.

O GOVERNO ATUAL apenas encarnou os anseios e as bandeiras da maioria da População e, cometeu o pecado de dar-lhes continuidade, uma vez eleito.

Se os Grupos Antagonistas que vemos, estão empenhados em sacar do governo o Atual presidente, o que isso significa é:

QUEREM RETIRAR DO GOVERNO, não o apenas o Presidente, mas sobretudo, A LEGITIMIDADE DA MAIORIA DA POPULAÇÃO que nele depositou suas aspirações e demandas.

Caberá a essa imensa maioria, munidos da CONSTITUIÇÃO, defender o CÍRCULO VIRTUOSO de honestidade, patriotismo, legalidade... que se instaurou, a partir das eleições.

Como diria nosso poeta maior, Carlos Drummond de Andrade: “Tudo é mais tarde... o agora é fotografar para se revelar no futuro..."

Neste exato momento, estamos ESCREVENDO E FOTOGRAFANDO a história que será revelada, com riqueza de detalhes... num futuro próximo. Acho que muitos de nós vamos gostar de se ver nessa bela fotografia.

JMC Sanchez

Articulista, palestrante, fotografo e empresário.

Comentários