Dermatite: O que é e como evitá-la

A dermatite é a inflamação das camadas superficiais da pele, que se reflete em bolhas, vermelhidão, inflamação, escamação e coceira, entre outros sintomas. Existem muitos tipos de dermatite, sendo a dermatite por contato uma das mais frequentes.

A dermatite por contato é uma inflamação causada pelo contato com uma substância em particular; a inflamação se dá numa área específica que normalmente está bem delimitada. As substâncias desencadeadoras podem causar a inflamação da pele por um ou dois mecanismos: irritação ou reação alérgica. Alguns sabonetes, os detergentes e certos metais podem irritar a pele quando em contato frequente.

A utilização de um sabonete que contenha detergentes suaves, substâncias hidratantes e pH neutro, capaz de limpar a pele sem agredir sua barreira natural é de suma importância para todas aquelas pessoas que sofrem este tipo de doença cutânea.

Outros tipos de dermatites também são comuns como Dermatite atópica que caracteriza-se por lesões borbulhas escamosas, de causa desconhecida. Resultam da incapacidade da pele para proteger e hidratar provocando comichão. Inicia-se, geralmente, na infância (entre os 4 e 6 meses de idade ou entre os 3 e 6 anos) e tem tendência a ser menos intensa na idade adulta. Normalmente repetem-se várias vezes.

Já a Dermatite seborreica aparece por lesões descamativas e inflamadas, geralmente localizadas no couro cabeludo, sobrancelhas, orelhas, parte central da face e tórax e nas zonas de fricção.

É uma situação que se repete várias vezes e é comum em indivíduos com pele ou couro cabeludo oleoso. Pode ser mais grave em situações de estresse.Nos bebés usa o nome de crosta láctea para designar esta situação, quando aparece durante o primeiro mês de vida.

A última que vamos citar é a Dermatite das fraldas que é uma inflamação cutânea na zona da fralda, sendo mais comum nas crianças com idade inferior a 2 meses e que apresentam dermatite atópica. Pode também ocorrer em indivíduos adultos incontinentes.

As principais causas são a exposição da pele da zona perianal a urina e fezes e a fricção entre a pele e a fralda. Estes fatores causam irritação e fragilização da pele, podendo surgir infecções por Candida albicans (um fungo). Estas originam eritemas intensos e lesões na pele, que são dolorosas, principalmente depois de urinar e defecar. Neste caso não deve ser usado antifúngico ou antibacteriano sem prévia avaliação do médico.

Os tratamentos para todos os tipos de dermatites em geral é cremes ou pomadas com corticosteroides que podem reduzir a inflamação. Siga cuidadosamente as instruções ao utilizar esses cremes porque o uso excessivo, mesmo de produtos com efeito reduzido vendido sem receita médica, pode causar uma doença de pele complicada.

Em casos graves, os corticosteroides sistêmicos podem ser necessários para reduzir a inflamação. Eles geralmente são aplicados com uma redução gradual por cerca de 12 dias para evitar o reaparecimento da erupção. Compressas úmidas e cremes anticoceira (antiprurido) calmantes ou secantes podem ser recomendados para reduzir outros sintomas.

Ednei Silva

Professor, jornalista e escritor.

Comentários