assinante_desktop_cabecalho

Polícia Federal faz operação na casa de ex-comandante da PM de governo petista

Ler na área do assinante

A Polícia Federal (PF) realizou nesta quarta-feira (24) operação em Belo Horizonte (MG) cujo alvo era o coronel Helbert Figueiró de Lourdes, ex-comandante-geral da Polícia Militar no governo do petista Fernando Pimentel.

De acordo com a PF, o coronel é investigado por tentar embaraçar ou obstruir mandados judiciais em decorrência da operação "Acrônimo".

A operação Acrônimo, realizada pela PF, visava apurar esquema de lavagem de dinheiro para campanhas eleitorais.

O então comandante da PM mineira avisava ao governador petista sobre movimentação do efetivo da PF pela cidade, inclusive sobre voos da própria corporação com policiais que vinham de Brasília.

A operação realizada pela PF nesta quarta-feira, foi feita após analise do computador do ex-governador, segundo fontes ligadas às investigações.

Foram encontradas conversas entre Pimentel e o coronel. O governador pedia "vamos ficar de olho". E o coronel respondia que "estava tomando conta dos voos da PF".

O objetivo da PF é descobrir como o ex-comandante-geral da PM obtinha informações dentro da PF.

A operação desta quarta-feira, encerrada por volta das 7h30, foi feita com mandados de busca e apreensão.

Os agentes seguiram para a sede da Polícia Federal levando três celulares e um computador.

Figueiró deve ser ouvido ainda nesta quarta-feira.

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar