assinante_desktop_cabecalho

Queiroz frustra o “sonho” da extrema-imprensa e joga um "balde de água fria"

Ler na área do assinante

Na semana passada, os veículos da alucinada extrema-imprensa - aquela que sempre foi subsidiada por recursos oriundos dos cofres públicos e perdeu a ‘mamata’ no atual governo – alardeou que Fabrício Queiroz estava na iminência de fazer uma delação premiada.

O “sonho” desse povo é que essa delação aconteça e incrimine o presidente da República.

Pura balela.

A extrema-imprensa não tem plano, nem estratégia para continuar sobrevivendo sem dinheiro do governo.

Logo, precisa urgentemente dar um jeito de tirar esse presidente ‘carrasco’. Então, 'atira' para todos os lados...

Porém, ‘infelizmente’, pra eles, a primeira declaração de Queiroz sobre o assunto foi um balde de água fria.

O advogado Paulo Catta Preta, que está atuando no caso, questionou Fabrício Queiroz sobre a informação de que ele estaria negociando um acordo de delação premiada com os investigadores do escândalo da rachadinha.

A resposta:

“Doutor, eu não quero delatar e não tenho o que delatar”.
da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar