Graças à coragem de Bolsonaro, Flamengo impõe a Rede Globo a maior derrota de sua história

Novos tempos. O fim dos privilégios, das máfias, dos monopólios da informação também no mundo esportivo.

Nesta quarta-feira (1º de julho) a Rede Globo talvez tenha sofrido a sua maior derrota em toda sua história.

Hegemônica na transmissão dos jogos de futebol, arrecadando bilhões, amargou a primeira transmissão de um jogo ao vivo pelo canal da FLATV no YouTube.

Foi o maior recorde de público de um evento esportivo da história da plataforma digital: 4,22 milhões de pessoas inscritas no canal no mundo todo (o maior de um Clube de Futebol) com 3.615.374 visualizações ao vivo no jogo contra o Boavista. E mais de 11 milhões de visualizações até o momento.

Números que devem dobrar ou decuplicar daqui para frente facilmente.

Um dia inesquecível que só foi possível graças a coragem do Presidente Bolsonaro (e ao amor da Nação Flamenguista ao Clube), que democratizou o direito de imagem dos Times de Futebol e quebrou a arrogância da Globo - envolvida até o pescoço em indícios de prática de corrupção para ter o direito de exclusividades em várias modalidades esportivas, dentre elas o futebol.

Que coragem. Que epopeia!

Mais uma pá de cal nesse grupo empresarial que já foi orgulho do Brasil e hoje é o maior adversário do nosso povo e do nosso país e que faz tudo para ir à bancarota, com seus profissionais petulantes, atrevidos, arrogantes sendo cúmplices dessa derrocada a olho nu.

Em breve vão pagar caro pela sua conivência.

E você, já se inscreveu no canal do Flamengo no YouTube? LINK: https://www.youtube.com/user/flamengo.

Venha!

Vamos mudar o Brasil!

E por a Rede Globo no seu devido lugar: na lata do lixo!

#globolixo

Luiz Carlos Nemetz

Advogado membro do Conselho Gestor da Nemetz, Kuhnen, Dalmarco & Pamplona Novaes, professor, autor de obras na área do direito e literárias e conferencista.
@LCNemetz

Comentários