Dória instala a "indústria da multa", e vai faturar com o Covid-19 em cima do cidadão

O governador de São Paulo não parece estar preocupado com os inúmeros problemas advindos com a pandemia para o cidadão comum e para os comerciantes.

Assim, após determinação de João Doria, o estado de São Paulo começa a multar nesta quinta-feira, 2, as pessoas e os estabelecimentos comerciais que desrespeitarem o uso obrigatório de máscaras de proteção contra o novo coronavírus.

A punição varia entre R$ 524 e R$ 5 mil.

Caso o cidadão seja avistado sem máscara, em espaços públicos e particulares de uso comum, será multado em R$ 524. Já os estabelecimentos comerciais vão pagar R$ 5.025, para cada pessoa que estiver no local sem a proteção.

Na dificuldade que anda o comércio. o governador está impondo aos comerciantes o ônus de fiscalizar a sua clientela.

Há ainda a previsão de uma multa de R$ 1.380,50 se o estabelecimento não afixar placas que informam sobre a obrigatoriedade da máscara.

Mais uma norma imposta pelo (des)governo de Doria, fazendo jus ao seu codinome “DitaDoria”.

Fonte: G1

da Redação

Comentários