assinante_desktop_cabecalho

Polícia Federal chega cedo na casa de Serra

Ler na área do assinante

A força-tarefa da Operação Lava Jato no estado de São Paulo denunciou o senador e ex-governador de São Paulo, José Serra, e sua filha Verônica Serra, por lavagem de dinheiro.

Na manhã desta sexta-feira, 3, a Polícia Federal cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa de Serra, assim como mais sete mandados, entre eles, um contra o ex-tesoureiro do PSDB, Ronaldo Cezar Coelho.

O Ministério Público Federal afirmou que entre 2006 e 2007 a Odebrecht pagou a José Serra cerca de R$ 4,5 milhões, para usar nas suas campanhas ao governo do estado de São Paulo, e cerca de R$ 23 milhões (atualizados em R$ 191,5 milhões), entre 2009 e 2010, para a liberação de créditos com a Dersa, estatal paulista extinta no ano passado.

Segundo a operação, Verônica Serra, constituiu empresas no exterior junto com empresário José Pinto Ramos, amigo de seu pai, ocultando seus nomes, e por meio delas receberam os pagamentos que a Odebrecht destinou ao então governador de São Paulo.

Ramos é citado como responsável pela operação das transferências, mas ainda não foi denunciado pelo MPF.

Demorou, mas chegou, finalmente José Serra acertará as contas com a Justiça.

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar