UnB Livre alerta sobre ideologia de esquerda nas universidades (Veja o vídeo)

Ler na área do assinante

A UnB Livre luta contra a hegemonia de esquerda e a imposição de marxismo nas universidades, para que as instituições sejam um ambiente verdadeiramente plural. Em entrevista à TV Jornal da Cidade Online, Igor Carvalho e Lécio Pery, integrantes do movimento, comentam assuntos como a saída do ministro Weintraub; eleição para reitor da UnB; e o problema de drogas nos campi universitários. Confira alguns destaques:

Weintraub, herói da educação

“A saída de Weintraub foi vista de maneira muito triste pelos movimentos conservadores e pela sociedade brasileira, dado que ele continua sendo um herói para a educação brasileira. Ele enfrentou o esquema marxista, desde o ensino básico até o ensino superior, enfrentou grandes grupos que queriam deter o monopólio da educação, os globalistas, por isso ele foi tão perseguido por esses organismos e entidades de esquerda.”

Drogas nas universidades

“É um problema histórico. Esse trabalho que eu trouxe [citado durante a entrevista] também fala que isso se tornou uma subcultura universitária e que os principais mantenedores, que fazem a manutenção dessa cultura de drogas nas universidades, são uma espécie de alunos profissionais, que ficam lá por anos, sem se formar. Não é um problema novo, não é um problema inédito, tem sim trabalho validado por banca [falando sobre o tema].”

O que há por trás das eleições na UnB

“A Universidade de Brasília realizou a reunião do conselho universitário, em meados do início do mês de junho, onde determinou que as eleições ocorressem de 14 a 17 de setembro, sendo que o dia 14 seria o dia de inscrição das chapas e o dia 17 o dia da eleição. Do ponto de vista da lei que rege a escolha dos reitores, está correto, mas a prática universitária determina que se faça uma consulta prévia, se não fizerem isso, estão rasgando o regimento interno da Universidade de Brasília. Há ali grupos sindicais e o diretório central de estudantes, que seriam os órgãos responsáveis pela realização da consulta, e essa consulta, portanto, estaria suspeita em ser feita, dado que esses órgãos são totalmente controlados pela esquerda”.

da Redação
Ler comentários e comentar