A pandemia e os crimes contra a humanidade

Para começar: se você ainda tem dúvidas, quero deixar bem claro de que a “GUERRA JÁ COMEÇOU”. E os inimigos são muitos, mas a vítima é VOCÊ... EU, NÓS os pobres mortais.

Quando vemos a pandemia, que é devastadora do ponto de vista da saúde pública, não vemos apenas um elemento biológico, ela é mais uma peça/ferramenta nessa guerra, senão vejamos: você sabe mesmo o que é o CORONA?... talvez em meio ao bombardeio (“estratégico”) de “desinformações”, a realidade dos fatos tenha sido perdida.

É preciso clarear ou mesmo resgatar alguns pontos...

Vamos às informações fáticas, ou seja, a verdadeira visão dos “especialistas” (sim, existem especialistas isentos), ou seja, vou citar fatos históricos, conhecidos e comprovados:

• O Corona surgiu, pela primeira vez, acreditem... em 1936, isso mesmo, você não leu errado. De lá até aqui já tivemos 36 versões dele (como temos diversas gerações do influenza e de outros tantos vírus mutantes) e um que ficou bem conhecido (claro que muito menos que este, que usaram para nos manipular), foi o da SARS (Síndrome Respiratória Aguda Grave) que surgiu também na China em 2002 e rapidamente se espalhou pelo mundo, e foi considerado muito mais agressivo do que o Covid19 só que o grupo de risco eram as crianças e hoje os idosos (e pessoas com comorbidades, que certamente estão mais presentes em idosos)..., mas você já sabe tudo sobre isso (tudo que quiseram que você soubesse, na maioria das vezes).
• Porque nas Pandemias anteriores, como a da SARS não foi feito nenhum tipo de Lockdown? Simplesmente porque não funciona: pois quando ela se instala, o vírus já está circulando livremente na população.

A abordagem, como todos sabemos é tomar os cuidados necessários de distanciamento social; higiene e proteção dos grupos de risco e assim por diante. Além disso, equipar o sistema de saúde, montar uma logística adequada e... rezar.

Nenhuma novidade...pandemias são abordadas assim e tem um padrão relativamente parecido, assim como sua duração até a famosa imunização de “rebanho”: só que desta vez a ideia de rebanho era outra.

Como disse, a verdade sempre aparece nesse “admirável mundo novo” e ela está aparecendo e vai trazer à luz as atrocidades que estão sendo praticadas:

• Já temos notícias que a Covid 19 circulava no mundo no inicio de 2019, ou seja, quase um ano antes de sua constatação que foi Novembro de 2019, mesmo que ela só tenha sido apontada como uma pandemia pela OMS em 11/03/20 quando já circulava livremente, há meses, por todo o Planeta (no Brasil tivemos registros em Janeiro (mesmo que a UFSC tenha localizado vestígios do vírus em esgotos de Florianópolis, em Novembro de 2019), bem antes do Carnaval: vocês se lembram do Carnaval, não?).
• Hoje também sabemos, mas muitos “especialistas” infectologistas, sabiam desde o início que a contaminação não poderia ser freada e que considerando um vírus que já circulava em meio à população, só poderia contaminar mais gente numa adoção de Lockdown. Portanto: adotar Lockdown foi um dos incontáveis crimes praticados contra a população (não só em termos de contaminação, como pela destruição da economia) ... e ainda há quem os defenda, e o que é pior, os imponha.

Acho que não preciso me alongar, não é a minha intenção produzir mais um artigo sobre pandemia, mas sim deixar claro que: O VÍRUS FOI USADO COMO ARMA, ainda o está sendo, e o será em novas ações que veremos a seguir. Os objetivos vão muito além da saúde pública e dos ganhos econômicos que essa abordagem representa.

MOVIMENTOS TOTALITARISTAS E O “CORONAMONEY”

Ao refletir e escrever sobre este tema, tenho realizado pesquisas que me permitem “ligar pontos” e ver o movimento das ondas. Muita gente já percebe, mesmo diante do turbilhão de narrativas e notícias controversas, que existem outros interesses por trás deste vírus, que já seria mortal, mas que está matando muito mais gente do que deveria pelo seu efeito direto e o indireto que também é devastador: um verdadeiro Genocídio.

No Brasil ele tem sido usado de três diferentes formas:

• Para o cometimento de crimes de corrupção e para privilegiar interesses econômicos de toda ordem (daria para fazer uma lista, mas acho que nem precisa: vai da venda de produtos relacionados, de mídia e até a interesses do setor de fármacos, nenhuma novidade ... não é?);
• O enfraquecimento do Governo atual, sobre o que também não há nada a acrescentar.
• Mas há um objetivo mais sutil, que é o de estabelecer o controle social da população, através da instauração de um “pânico” meticulosamente fabricado (já comentei das pandemias anteriores onde nada disso aconteceu). E esse é o maior dos perigos, pois instala o que está sendo chamado de “Sociedade low touch” ou a Sociedade do Distanciamento, que desemboca num conceito “low touch Economy”. E aí temos desdobramentos Comportamentais, Globalistas e a ação de PROJETOS TOTALITARISTAS de controle social, além é claro, dos aspectos econômicos como falei.

Uma população confinada (e muitas pessoas jamais se recuperarão dos efeitos deste confinamento) e amedrontada é facilmente manipulada e dominada por recursos sofisticados de comunicação e tecnologia. Isso representa um ALERTA que estou fazendo num ENSAIO chamado A DIGITALIZAÇÃO SOCIAL, cujas partes I e II já publiquei aqui, (podem ser vistos no JCO) e a próxima vem a seguir. Recomendo a leitura ... certamente dará o que pensar (algo que eu estudo há mais de 10 anos).

O BRASIL E SEU MOMENTO HISTÓRICO ESPECIAL

Tudo parece ser mais explicito do que jamais vimos em qualquer outra época. Não fosse isso verdade, Bolsonaro jamais teria sido eleito...mesmo que isso, no caso do Brasil, seja uma espécie de contramão do fluxo que ocorre na América Latina onde Regimes Totalitários estão fincando suas bases. Basta olhar a Argentina..., mas não estamos imunes.

O Brasil e os Brasileiros, subverteram quase sem querer ou acidentalmente, os movimentos GLOBALISTAS em curso no planeta e isso tem um preço...como estamos vendo. Lembrando mais uma vez, como disse em artigo anterior: não é mais uma questão ideológica e sim, econômica e ligada a PROJETOS DE PODER, de poder Globalista que envolve GRANDES GRUPOS econômicos (tema que já renderia um outro artigo).

No bojo do embate que os últimos acontecimentos revelam, onde temos um elemento chave, que é a pandemia, lembrando que outras pandemias poderão e deverão surgir (já aprenderam o caminho e sabem que funciona), ou mesmo ser parte de uma narrativa que servirá sempre para manter a temperatura do pânico estabelecido com muita competência pelos canais de comunicação, que na minha opinião, devem ser responsabilizados, pois isso não é liberdade de expressão... isso mata gente, literalmente.

Esses dias vi um vídeo no canal Rural Business, onde produzem uma série sob a expressão “Corona Money”, que achei muito apropriada. Lá já havia uma denúncia sobre estar sendo plantada uma nova “gripe suína” (outra potencial pandemia), ou seja, bem conveniente para derrubar os preços mundiais da carne suína, que é muito consumida na China: que coincidência.

Assim, como o Governo da China adotou “cuidados” para evitar as importações de soja contaminadas por “Covid19” oriundas do Brasil: que é neste momento, o maior produtor mundial de soja, sendo a China, seu maior comprador. Alguma dúvida de que o Vírus está sendo adotado como estratégia econômica?

A VIDA EM SEGUNDO PLANO: UM GENOCÍO ECONOMICO E SOCIAL

Em nome da “SI” ENCIA, foram assassinados milhares e milhares de pessoas no Mundo (e muitas morrerão pelas consequências da Pandemia, como sabemos) e por aqui, isso foi um ESCANDALO que a história, como afirmo, vai contar em detalhes e revelar, julgar e punir os culpados.

Apenas para citar alguns desses crimes:

• Você sabe quanto custa o tratamento para covid com o remédio REMDESIVIR, que é o “queridinho” dos “especialistas” (do Laboratório Americano GILEAD)? Pois vejam: apenas o tratamento medicamentoso custa U$3.120,00 (deixa colocar em dinheiro nosso R$16.629,60). Com isso, esse laboratório está faturando BILHÕES DE DÓLARES ao redor do mundo com um medicamento que também não tem comprovação de sua eficácia e que em estágios graves da doença parece ser inócuo (aliás, o Covid-19 por ser uma cepa nova, não tem um remédio comprovado “cientificamente” e assim apresenta 182 remédios (além de 99 vacinas em teste), sem que nenhum tenha sido comprovado cientificamente pelos tramites sanitários mundiais).
• A Hidroxicloroquina (combinada com outros medicamentes) e a Ivermectina estão na mesma lista dos 182, no qual figura o próprio Remdesivir, só que os dois primeiros têm sua patente “quebrada” e por isso custam algo em média R$15,00 a R$25,00 a caixa. É claro que isso não interessa à cúpula do “Corona Money”, que tem gente bem conhecida (laboratórios, OMS, Instituições, Políticos) .

Faça uma leitura rápida:

a) A AFRICA (que reúne 18 países e 1.2 bilhão de habitantes), que faz campanhas com IVERMECTINA (que já usa há mais de 40 anos para elefantíase e outras doenças) também para o Covid. Apesar dessa imensa população, tem algo em torno de 100.000 casos confirmados (só o Brasil tem 1.508.000 casos para uma população de 211 milhões e os EUA mais de 2.876.000 casos para uma população de 329 milhões). A AFRICA apresenta, por exemplo, uma taxa mortalidade equivalente a 20.000 vezes menos do que a da População de Nova York. No mundo inteiro já se usa IVERMECTINA inclusive como profilaxia, como é o caso da AUSTRALIA, que apresenta 8.255 casos e apenas 104 óbitos, para uma população de 26.000.000, onde a própria população adotou por conta própria.
b) A HIDROXICLOROQUINA combinada com outros medicamentos e aplicada nas fases iniciais da doença tem efeito curativo superior a 90% dos pacientes tratados. Assim como a IVERMECTINA, os efeitos colaterais dentro de dosagens prescritas por médicos, é também, irrelevante.

Basta fazer uma analogia (mesmo que isso não seja uma ciência exata) para constatar que as experiências da AFRICA e da AUSTRÁLIA poderiam indicar o número de vidas perdidas pela forma como a Pandemia foi tratada nos demais países, inclusive Brasil, que refutaram o uso de soluções reconhecidamente eficazes, com base na experiência médica e que produziram excelentes respostas contra o vírus. A sonegação de medicamentos como os citados é sem dúvida, um crime contra a Humanidade, verdadeiro Genocídio praticado por pessoas que certamente vão ter que se explicar e serão responsabilizadas e responder por tais crimes.

Por mais que os aproveitadores se amparem (estrategicamente) na “si-ência”, está a cada dia mais evidente que tipo de ciência é essa e de como ela tem servido a propósitos espúrios. Não existem mais dúvidas sobre a negligência da OMS (e outras organizações Globalistas) na condução desta pandemia.

Muita coisa ainda virá à tona, mas o certo é que não restarão impunes os “crimes” cometidos em nome da “ciência” que foi invocada para camuflar estratégias sob qualquer pretexto. Já existem ações “trilionárias” (em U$) sendo impetradas, para responsabilizar as perdas econômicas resultantes dos crimes “pandêmicos”.

Já infelizmente, as vidas que foram perdidas jamais poderão ser reparadas, suficientemente.

JMC Sanchez

Articulista, palestrante, fotografo e empresário.

Comentários