Prefeito tucano de Manaus trata o Covid-19 no Sírio-Libanês, em São Paulo

Após seis dias internado com Covid-19, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), de 74 anos, foi transferido nesta segunda-feira, 6, para o hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.

Segundo a prefeitura, Virgílio Neto “passa bem, por ‘decisão própria’, foi transferido para o hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde fará check-up e terminará o tratamento da Covid-19”.

O boletim médico do Hospital Adventista, onde o prefeito estava internado, diz que o político apresenta “melhora global do quadro clínico, mantendo boa saturação em ar ambiente”.

“Recebi todos os cuidados necessários no hospital Adventista e já tenho PCR reduzido para 30%, o que, segundo os médicos, é muito bom. Preciso fazer outros exames, como da cirurgia para retirada da próstata que fiz há alguns anos, então decidi ir a São Paulo, onde tenho todo meu histórico médico” disse o prefeito, via assessoria de imprensa.

A transferência foi feita em um voo privado e além do prefeito, sua mulher que também está com o vírus foi junto.

Em suas redes sociais, o tucanos escreveu:

“Seguimos firmes no tratamento contra a Covid-19, e tanto eu quanto a minha esposa estamos melhorando a cada dia.”

Confira:

Parece que nem o próprio prefeito confia nas instalações hospitalares de sua cidade.

O que sobra para a população manauara?

Despreocupação com os cidadãos e descaso com a saúde pública.

da Redação

Comentários