O que está acontecendo na Argentina é sinal de alerta para o Brasil!

Estão com pena? Eu não estou nem um pouco. Acho que quem não aprende pelo amor tem que aprender mesmo pela dor..

Macri havia prometido um avanço na Argentina, assim como tirar o país do atoleiro que havia sido deixado pela Cristina Kirchner.

Muito bem, isso não seria tarefa fácil, pois mesmo com uma política econômica liberal, era um atoleiro muuuuuuuuuito grande. Na verdade o rombo deixado pela esquerda lá era muito maior do que podiam supor, e bem maior do que a mídia esquerdista de lá deixava as pessoas saberem.

Macri começou por cortar aqueles velhos auxílios eleitoreiros e logicamente a fortalecer o empresariado, pois é este quem gera empregos, deixando assim classe média / média baixa em segundo plano, e eles, acostumados com a "boquinha" resolveram trazer a Cristina de volta.

O que esse governo fez? Exatamente o oposto. Adotou as "bolsas" e achatou o empresariado. Com pouca produção, o desemprego aumentou, os preços subiram e o mercado começou a entrar em crash. Sem a produção a arrecadação caiu e a as bolsas começaram a ser tiradas. Então ficaram sem empresas, sem empregos, com preços altos e sem as bolsas.

Eles estão experimentando o remédio que eles mesmos fabricaram. Sinceramente, não tenho pena nenhuma.

Dos empresários argentinos que eu conheço (a maioria produtores e exportadores), MUITOS foram para o Paraguai com suas empresas e seus maquinários, país este que os recebeu de braços abertos. Ou seja... Vão dar empregos e fortalecer a economia paraguaia, enquanto a Argentina se tornou um Titanic. Estão errados? Claro que não! Esses salvaram o que puderam.

Por que não vieram para o Brasil? Além de aqui ter uma carga tributária extorsiva e uma burocracia estúpida para exportação, também corremos o risco de acontecer o mesmo problema que na Argentina, caso a esquerda volte.

As esquerdas da AL não têm planos de governo e não têm conteúdo. Têm planos exclusivamente de PODER e o objetivo claro de promover assaltos aos cofres dos países os quais se apoderam.

Acho que seria bem interessante aqueles isentões começarem a raciocinar a respeito disso.

Comentários