Por não conseguir ‘domar’ a PF, Ministro da Justiça pede novamente para sair

O ministro José Eduardo Cardoso está novamente demissionário.


Ao longo de sua gestão à frente da pasta, por diversas vezes Cardoso pediu para sair, mas acabou atendendo pedidos da presidente e permanecendo no cargo.

Desta feita, porém, tudo indica que sua posição é irrevogável.

O ministro não está mais suportando a pressão do cargo.

Ele é intensamente cobrado por petistas para ter o controle da Polícia Federal, especialmente, dos passos da Operação Lava Jato.

Na semana passada, um grupo de deputados petistas foi a seu gabinete para pressioná-lo a ter o controle da PF.
A irritação com as cobranças partidárias é tão grande, que Cardoso evitou participar da festa de 36 anos do partido, principalmente porque o evento homenageava o ex-presidente Lula, sofrendo com a PF e o Ministério Público em seu encalço.

A cúpula e os deputados petistas querem para o lugar de Cardoso, o deputado Wadih Damous, do Rio de Janeiro.

Ele é justamente o autor do projeto que visa acabar com a delação premiada de réus presos (veja aqui). Os petistas entendem que é o nome certo para nortear os passos da PF de acordo com os interesses partidários.

da Redação

                                              https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política