Globo em parafuso, sem futebol e sem samba

A Rede Globo gradativamente vai assumindo a sua situação de total declínio.

É como dizem popularmente, “a mamata acabou”.

O dinheiro fácil já não chega aos cofres da emissora.

E todas as armações para tentar tirar o “carrasco” que a atormenta e que fechou as torneiras das verbas públicas, estão dando errado.

A solução paliativa é ir cortando onde dá.

Até o Didi entrou na dança, depois de 43 anos de contrato com a emissora.

Os compromissos com a Fifa, ao que tudo indica, não serão mais honrados.

E eis que nesta quarta-feira, de acordo com o colunista Leo Dias, do site Metrópoles, o pagamento para as escolas de samba, pelos direitos de transmitir o carnaval do Rio e São Paulo, foi suspenso.

É o autêntico fim de festa.

O que será da Globo sem futebol, sem samba e sem dinheiro público?

Prenúncio da queda de um gigante.

Gonçalo Mendes Neto. Jornalista

Comentários