Após suposta ameaça de Delcídio, Senado resolve aguardar o STF para decidir cassação

Quando aconteceu a prisão do senador Delcídio do Amaral, os demais senadores referendaram a atitude do STF e mantiveram o colega preso – naquele momento a manutenção da prisão dependia da autorização da Casa – diante de tal decisão, tudo parecia caminhar para a iminente cassação do senador de Mato Grosso do Sul.


Entretanto, logo após sua soltura, segundo publicado no jornal ‘Folha de São Paulo’, Delcídio teria ameaçado, dizendo a alguns interlocutores que se fosse cassado, levaria "metade do Senado" com ele.

Alguns senadores protestaram, outros pediram explicações e Delcídio em carta enviada a todos os colegas negou que teria feito qualquer ameaça.

Carta de Delcídio aos senadores
Carta de Delcídio aos senadores


De qualquer forma, com ameaça ou sem ameaça, o fato é que o Senado acaba de frear o processo de cassação de Delcídio do Amaral.

O novo posicionamento da Casa pretende esperar o avanço dos inquéritos sobre Delcídio do Amaral (PT-MS) no Supremo Tribunal Federal (STF) para dar continuidade ou não, ao processo contra o senador no Conselho de Ética da Casa. A estratégia para protelar o julgamento do petista no Legislativo, que poderia resultar em sua cassação, é alegar falta de informação sobre os casos em tramitação na Corte.

Delcídio responde a três inquéritos no STF por suposto envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras. As peças das investigações são mantidas em segredo de Justiça.

Embora alegue falta de dados sobre os casos, o Senado não fez nenhum requerimento de informação ao STF.

Na realidade, o Senado não necessitaria aguardar o julgamento de Delcídio pelo STF. São duas coisas completamente distintas. O julgamento no senado é político e prende-se a questão do decoro parlamentar.

Não fosse assim, não teria porque o caso do senador petista ter sido encaminhado para o Conselho de Ética.

Fica a nítida impressão de que as ameaças de Delcídio, mesmo negadas posteriormente, surtiram efeito.

da Redação

                                            https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline

Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política