Ao vivo, Coppolla detona Botelho e o faz admitir 'erro' (veja o vídeo)

As discussões promovidas pelo programa 'O Grande Debate', na CNN Brasil, tem gerado cada vez mais polêmicas entre os debatedores Caio Coppolla e Augusto Botelho, que atualmente beiram o ataque pessoal.

No último debate, o momento ficou tão tenso que a mediadora Monalisa Perrone precisou intervir, afirmando que o quadro “não era balbúrdia” e que eles precisavam “respeitar a CNN Brasil”.

O motivo?

Caio Coppolla simplesmente acabou com todas as supostas falácias, ataques e inverdades proferidas por seu colega Augusto Botelho.

Caio fez questão de rebater uma acusação feita por Augusto de que ele teria propagado fake news para os telespectadores.

“Um dos pressupostos de um bom debate é a credibilidade dos debatedores. Mas ontem [terça-feira], neste mesmo programa, eu tive a minha credibilidade questionada publicamente. Por isso, quero aproveitar essa fala inicial para defender a minha reputação e o meu compromisso com a realidade”, enfatizou Caio.

Coppolla desmontou todas as acusações contra ele divulgando dados e números que embasaram os seus argumentos no programa anterior, e aproveitou para citar inúmeras pesquisas e estudos que confirmam ainda mais o que havia dito, detonando seu colega de bancada.

“Percebam o absurdo de ser acusado de veicular fake news com base em uma informação completamente falsa. […] Eu me pergunto, onde está a fake news aqui? Onde está a notícia falsa que eu veiculei? […] Ao espectador da CNN eu reitero meu compromisso com a busca da verdade e tenho hombridade intelectual para saber que esse é um esforço e que eu posso e vou errar e vocês podem contar com minha retratação”, disse.

Neste momento, Monalisa teve que interferir.

“Augusto e Caio, por gentileza, só uma questão para os dois. Não é essa a intenção, a gente transformar isso num ringue, numa balbúrdia, não é essa a proposta do debate. A gente sempre abre o debate dizendo que são temas relevantes, com visões diferentes, para as pessoas em casa terem a sua conclusão. Então, eu peço que os dois tenham respeito ao telespectador, a mim e a CNN e vamos então ao debate.”

Ao final, Botelho admitiu o seu erro, disse que se enganou, atacou Caio novamente afirmando que ele pratica “falácia argumentativa” e não pediu desculpas em momento nenhum.

Confira:

da Redação

Comentários