‘Filósofo’ condena Sikêra Jr. por “comemorar mortes de bandidos” e toma invertida (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

Em recente em entrevista ao programa ‘Morning Show’, da Jovem Pan, o apresentador Sikêra Júnior detonou as acusações do filósofo Joel Pinheiro, que o condenou por “comemorar mortes bandidos”.

Segundo Joel, ao comemorar a morte de bandidos o apresentador “incentiva” os atos ‘criminosos’ por parte do polícia que, segundo alega, “mata inocentes’.

Sikêra não perdoou a hipocrisia de Joel Pinheiro:

“Meu querido ‘intelectual’...”, satirizou o apresentador.

E prosseguiu:

“É porque pra vocês a ‘bala perdida’ só sai do cano da Polícia Militar e Civil. [...] O tráfico matou e mata quantas pessoas?”, indagou.

Sikêra Jr. ainda fez um ‘desafio’ ao filósofo:

“Eu desafio você pra gente entrar numa favela com faixas escritas: ‘Pelo fim do tráfico’, ‘Senhores traficantes devolvam suas armas’, vamos nós dois?”

Sem resposta, Joel apenas questionou se esse seria o tipo de “demagogia” pregado por Sikêra.

Com seu tradicional humor ácido, o apresentador enquadrou o ‘intelectual’, perguntando sobre quantos inocentes o tráfico já matou.

“Você só conta as balas que saem da polícia. É mais fácil filmar um policial atirando do que um traficante atirando, eu duvido alguém filmar um traficante batendo num morador da favela”, detonou Sikêra.

Confira:

da Redação
Ler comentários e comentar