O intrigante “Quebra-Cabeça” que envolve a prisão do empresário, o MBL, Dória e as decisões de Moraes

Vou apresentar algumas peças de mais um quebra-cabeça.

Não vou montá-lo porque o objetivo é que vocês tirem suas próprias conclusões!

Alguns fatos:

Segundo antigos membros do MBL e agora segundo o MP, Luciano Ayan é o cabeça do MBL.

Segundo membros da CPMI das Fakenews foi Luciano Ayan quem montou toda a narrativa da existência de Gabinete do Ódio, financiamento, Fakenews, etc.

Prestem atenção que agora ele foi preso por isso.

Até pouco tempo atrás Ayan e Dória tinham uma parceria forte. Parceria que foi rompida.

Quem acompanha os bastidores das redes sociais já percebeu que, de um tempo pra cá, MBL e Antagonista estão atacando o governo e prefeitura de SP.

Quem conhece um pouco o governador de SP sabe o quanto ele é vingativo.

Sabe também que ele tem forte influência no MP e na Polícia Civil.

Junte a isso o fato de Alexandre de Moraes ter sido pessoa forte no PSDB.

Outra peça importante: os inquéritos ilegais de Alexandre de Moraes, que até agora não trouxeram prova de nada, começaram através de denúncia de Joyce e Frota, que foram porta-vozes de Ayan na CPMI.

Dito tudo isso e depois da prisão de Ayan pela Polícia Civil de SP nesta sexta-feira (10), não ficaria surpresa se Alexandre de Moraes usasse a investigação do MP de SP para responsabilizar Luciano Ayan por algum tipo de denunciação caluniosa e por tê-lo levado a erro.... assim se isentando de toda a confusão por ele criada...

Flavia Ferronato. Advogada. Coordenadora Nacional do Movimento Advogados do Brasil.

Comentários