Bolsonaro elogia e sai em defesa de Lacombe, Coppola, Constantino e Narloch

Neste sábado, 11, o presidente Jair Bolsonaro usou suas redes sociais para elogiar e sair em defesa de jornalistas e comentaristas que estão sendo “censurados” pela grande mídia.

Para Bolsonaro, Luís Ernesto Lacombe, Leandro Narloch, Caio Coppolla e Rodrigo Constantino possuem algo em comum, a “opinião própria e independência”.

“Isso já é suficiente para serem considerados nocivos dentro de grande parte da mídia, hoje completamente dominada pelo pensamento de esquerda radical”, escreveu o presidente.

E prosseguiu:

“Não tenho relação com nenhum desses. Inclusive, por diversas vezes, sou alvo de suas críticas. Mas no Brasil formou-se um cenário onde não ser radicalmente crítico a um governo conservador/liberal já é motivo para ilações e perseguições.”

E finalizou:

“A esquerda não respeita a democracia!”

Confira:

Constantino e Lacombe agradeceram Bolsonaro pelas palavras:

“Obrigado, presidente. Sigo na luta por um país melhor, fazendo críticas construtivas aos governantes quando julgar adequado, e reconhecendo os acertos também”, disse Constantino.

Confira:

“Caro Presidente, um jornalista pode, sim, se posicionar, apresentar suas referências, os princípios e valores que segue. Isso não tem nada a ver com militância nem com radicalismo. É a verdade que buscamos sempre, a verdade que, mais cedo ou mais tarde, se revela”, reiterou Lacombe.

Confira:

da Redação

Comentários