O esquema criminoso que lucrou com a pandemia no RJ: Faturando em cima do caos e da dor... (veja o vídeo)

Na última sexta-feira, 10, O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro apreendeu um total de R$ 8,5 milhões durante a Operação “Mercadores do Caos”, na qual o ex-secretário de Saúde do Rio, Edmar Santos, foi preso.

Edmar Santos é apontado como chefe de uma organização criminosa, atuante dentro do Governo de Wilson Witzel, notadamente nesse período de pandemia de coronavírus, faturando em cima do caos e da dor.

Segundo a operação, os R$ 8,5 milhões estavam em reais, dólares americanos, euros e libras esterlinas.

A quantia apreendida foi depositada em uma conta judicial do Banco do Brasil.

Evidentemente, existe a fundada suspeita de que o governador Wilson Witzel faça parte do grande esquema criminoso.

Confira:

da Redação

Comentários