229 mil servidores públicos receberam auxílio emergencial e precisam ser exemplarmente punidos

Uma galera gigantesca de servidores públicos, estaduais e municipais, recebeu auxílio emergencial.

A Controladoria Geral da União (CGU) já identificou 229 mil servidores.

Algo realmente criminoso, notadamente num período de pandemia.

Todos esses que agiram de maneira ilícita precisam ser processados para que sejam demitidos de seus respectivos cargos “a bem do serviço público”.

São pessoas que, por essa atitude, demonstraram de maneira inequívoca que não possuem idoneidade para continuar exercendo cargos nas esferas de governo.

Aliás, são criminosos e precisam receber a devida reprimenda legal.

da Redação

Comentários