O brasileiro grita: independência é liberdade

O grito de independência foi apenas um símbolo da liberdade da "TERRA BRASILIS",

Ainda somos colonizados em nosso terreno mental.

Deixamos que governos digam o que queremos, o que podemos e o que saberemos.

CHEGA, precisamos assumir a responsabilidade pelos nossos atos, nossos pensamentos.

Jamais seremos um país independente se colocarmos as nossas decisões nas mãos de governos.

CHEGA, vamos dar um basta após o aprendizado vindo, a duras penas, com um vírus calculado.

CHEGA, a partir de agora, com segunda, terceira ou quarta onda, quem vai surfar sou eu.

Se proibirem as praias, serei INVASOR.

Se fecharem o meu comércio, serei CLANDESTINO.

Se proibirem reuniões em minha casa, serei TRANSGRESSOR.

Chamem-me do que bem entenderem, aprendi a me defender do vocabulário dissimulado de vocês.

CHEGA, nunca mais, nenhum governo fincará a sua bandeira num território conquistado por mim.

CHEGA, hoje, do Ipiranga, Dom Pedro primeiro SOU EU E GRITO:

INDEPENDÊNCIA É LIBERDADE!

Nara Resende

Psicóloga clínica de adolescentes e adultos, escritora de Divã com poesia, Freud Inverso e organizadora do livro O jovem psicólogo e a clínica.

Comentários