Em queda livre, Globo deve perder a Fórmula 1. O que restará?

Nunca antes um gigante sofreu tantas derrotas avassaladoras em sequência tão rápida.

É o caso presente da Rede Globo.

O motivo da queda, que caminha para ser fatal, é óbvio.

O gigante perdeu o seu poder de fogo.

Aquele poder que possibilitava comprar tudo e todos.

As verbas públicas deixaram de jorrar nos cofres da empresa.

E assim, eis que mais uma perda irreparável está prestes a acontecer.

As transmissões de Fórmula 1 podem deixar a grade da Globo em 2021.

O contrato da emissora com a modalidade se encerra no fim desta temporada e, até o momento, não há conversas pela renovação.

Com isso, a principal categoria do automobilismo já abriu negociações com a Band.

Diante disso, o que restará para a Globo?

As novelas?

Não. Nem isso. Atores e atrizes estão sendo mandados embora.

A mamata acabou.

Gonçalo Mendes Neto. Jornalista.

Comentários