assinante_desktop_cabecalho

Enfermeira é assassinada por dizer que todas as vidas importam (veja o vídeo)

Ler na área do assinante

O clima continua tenso em ano eleitoral nos Estados Unidos.

A enfermeira Jessica Withaker, de 24 anos de idade e mãe de um menino de 3 anos, foi morta a tiros em Indianápolis, nos Estados Unidos, no dia 05 de julho, por apoiadores do grupo Black Lives Matter, após confrontar o grupo e dizer “All lives matter”, ou seja, todas as vidas importam.

Se a luta é por igualdade, por que as pessoas estão proibidas de dizer que todas as vidas importam?

Na verdade, esses movimentos estão dividindo a sociedade e a questão racial está regredindo.

Que a morte da jovem mãe Jessica Withaker seja sempre lembrada, como prova definitiva da ignorância e violência desses movimentos marxistas. Reforçamos aqui que todas as vidas importam, desde o útero, independente da cor ou do credo. Cabe à mídia independente seguir na luta pela verdade, trazendo esclarecimento para a população.

da Redação
assinante_desktop_conteudo_rodape
Ler comentários e comentar