Perseguição a cristãos na China: Presos e obrigados a substituir cruz por fotos de comunistas

Relatos de cristãos que vivem na China dão conta de que o regime comunista de Xi Jinping tem elevado a intensidade da campanha de perseguição religiosa no país.

Entre as medidas citadas estão desde a retirada de símbolos cristãos das casas de cristãos até o fechamento de igrejas e prisão de seus membros.

Segundo o portal especializado em conteúdo religioso Bitter Winter, imagens religiosas foram retiradas e substituídas por fotos de lideranças comunistas.

O caso aconteceu na província de Shanxi.

Já na província de Anhui, autoridades teriam entrado em uma igreja cristã e exigido que a cruz fosse removida, de acordo com a Rádio Free Asia.

Fonte: Estadão

da Redação

Comentários