Segundo Cardozo, o líder de Dilma não tem credibilidade. Quem tem?

O ministro José Eduardo Cardozo (PT), atualmente na Advocacia-Geral da União, logo após ser informado da delação premiada do senador Delcídio do Amaral (PT-MS) - ex-líder do governo Dilma Rousseff - adiantou-se e afirmou que Delicídio não tem "credibilidade".
Para Cardozo, Delcídio está retaliando o PT.
'O senador Delcídio, lamentavelmente, depois de todos os episódios, não tem credibilidade para fazer nenhuma afirmação', disse Cardozo. 'O senador Delcídio, com quem sempre tive excelentes relações, não tem primado por dizer a verdade. Ele não disse a verdade naquela fita, que todos conheceram, disse que falava com ministro do Supremo e não falou, depois dizia que não tinha feito delação premiada... Se fez, não sei o que ele pode ter dito. Mas se for o que estão dizendo, que havia uma articulação para nomear juízes, isso é um verdadeiro absurdo. Tanto que estão presos os réus. Nós nomeamos mais de metade do STJ, cinco ministros do STF e estão todo presos.'
A antecipação de Cardozo, mesmo sem ter conhecimento do conteúdo da eventual delação de Delcídio, tem característica de uma defesa prévia de quem, ao lado do próprio Delcídio, participou de todas estas aventuras inconfessáveis que poderão agora ser trazidas a conhecimento público.
da Redação

                               https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online.

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política