Sem Moro, Lava Jato alcança José Serra e outros líderes do PSDB (veja o vídeo)

A Polícia Federal deflagrou uma operação que investiga suposto caixa 2 na campanha de José Serra ao Senado em 2014.

No início do mês, o senador e ex-governador de São Paulo já tinha sido alvo de outra operação, denunciado por lavagem de dinheiro.

A pedido do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, Dias Toffoli, presidente do STF, suspendeu a busca e apreensão no gabinete de Serra, em Brasília.

Será que havia algo de comprometedor? Fica o questionamento.

Apesar das dificuldades impostas por corruptos influentes, a Lava Jato continua firme e segue avançando cada vez mais no ninho dos tucanos.

José Serra, Geraldo Alckmin e Aécio Neves estão na mira da operação.

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro, que após sair do governo, mostrou-se atuante nas redes sociais e virou até colunista em um blog de pouca credibilidade, ainda não se pronunciou sobre os últimos acontecimentos.

da Redação

Comentários