A verdadeira força da criminalidade esquerdista

A maior força da criminalidade esquerdista não é a falta de escrúpulos ou as instituições aparelhadas, e nem a manipulação da mídia. A maior força da esquerda é a covardia dos conservadores. Uma covardia mascarada pela arrogância e pela pretensão.

A verdade nua e crua é que a bandidagem deita e rola em cima de um medo já secular.

É somente por este verdadeiro motivo que os esquerdistas vem destruindo países desde 1917, e tentando destruir o Brasil desde, pelo menos, 1922, data de fundação do Partido Comunista Brasileiro.

Todo conservador, em qualquer tempo ou lugar, sabe perfeitamente qual é a única maneira eficiente de lidar com esquerdistas. Se não lida eficientemente, não é por falta de conhecimento.

Conservador também é ótimo em dar desculpas, e melhor ainda em dar "contribuições teóricas". E se a teoria começa a colocar em risco a vida prática, até a teoria é abandonada.

A criminalidade esquerdista só respeita aquilo que teme, e ela ainda não aprendeu a temer os conservadores; e pelo simples motivo de que os conservadores não têm coragem de adestrar, apesar de terem todo o conhecimento necessário para um adestramento eficiente.

E mais: quando surge alguém com coragem suficiente para adestrar os cães, inclusive enfrentando os temidos cães capa-preta, os conservadores recusam apoio, em vez de proteger e incentivar o aliado raro.

Marco Frenette

Comentários