Chico, Caetano e Gil se unem num plano irresponsável

A esquerda quer garantir a vitória em pelo menos em uma grande capital, nas eleições deste ano.

Escolheu Porto Alegre, a capital gaúcha.

Manuela D’Ávila é a ungida.

A galera do “EleNão” já entrou em ação.

Esta semana uma carta de apoio a candidatura da ex-vice do poste na eleição presidencial foi divulgada.

O infame documento recebeu a seguinte denominação: "Porto da esperança, Porto da democracia, Porto Alegre do Brasil. Estamos com Manuela".

Assinam, entre outros: Caetano Veloso, Chico Buarque, Gilberto Gil, Gregório Duvivier, Hique Gomez, Jean Wyllys, Jorge Furtado, Marcelo Adnet, Maria Gadú, Antonio Villeroy e Wagner Moura.

Que Deus tenha piedade de POA.

Eis a íntegra da carta:

Porto da esperança, Porto da democracia, Porto Alegre do Brasil. Estamos com Manuela!
O Brasil vive um momento muito difícil e as próximas eleições serão simbólicas. O que está em jogo não é a vitória de um ou outro partido. Mas, em cada cidade, a vitória da democracia contra o autoritarismo, da solidariedade contra o egoísmo, do cuidado e do acolhimento contra a frieza social. Eleger o máximo possível de Prefeitas e Prefeitos que pensem primeiro nas pessoa e, depois, nos números, que digam ao seu povo “tô contigo”, e não “te vira”. Esse é o grito que precisa ecoar nas ruas. Nessas eleições começaremos a reconstruir o Brasil após a pandemia da Covid-19. Em novembro, nas urnas, daremos um sinal de que país será este. E nós queremos nossas cidades e nosso país mais justos, mais igualitários, comprometidos com a sustentabilidade e com a democracia. Cidades das crianças e dos idosos, das mulheres, dos negros e negras, dos LGBTs, cidades anticapacitistas, cidades plurais.
Porto Alegre é uma cidade simbólica, numa eleição simbólica. Nesta cidade, Brizola montou sua cidadela da legalidade para evitar um golpe de Estado contra a democracia. Nesta cidade, construíram-se experiências de participação popular, transparência e respeito político que serviram de modelo ao Brasil e ao mundo.
Pois que Porto Alegre seja, novamente, um farol da esperança democrática para todo o país. Para isso, nós, democratas não só de Porto Alegre, mas de todo o Brasil, estamos com Manuela.
Manuela d'Ávila é o melhor caminho para que Porto Alegre esteja, mais uma vez, na vanguarda nacional da defesa da democracia, da igualdade, e, o que é mais importante neste momento, da solidariedade. Num tempo de tantos retrocessos na política, Manuela significa resistência, avanços, progresso, idéias novas. Num tempo de tanto conflito, queremos o diálogo. Num tempo de tanto ódio, erguemos a esperança.
Manuela pode nos levar ao caminho da vitória. Uma vitória que não será só dela. Será uma vitória da democracia e de defesa da justiça social em Porto Alegre e no Brasil.
Deu pra ti, baixo astral. Estamos juntos com Manuela e Rossetto!
Assinam este manifesto:
Ana Luiza Azevedo - cineasta
Antonia Pelegrino – escritora, roteirista
Bela Gil – culinarista, apresentadora de televisão
Caetano Veloso – cantor, compositor
Carol Proener – jurista, Associação Brasileira Juristas pela Democracia
Celso Amorim – diplomata, ex- ministro de relações exteriores e da defesa
Chico Buarque de Holanda – cantor, compositor, escritor
Claudia Tajes – escritora
Debora Diniz – antropóloga, ensaísta, documentarista
Djamila Ribeiro – filósofa, feminista, escritora, professora
Driade Aguiar – fundadora e integrante do Midia Ninja
Eduardo Moreira – empresário, engenheiro, escritor
Elisa Lucinda – poetisa, jornalista , atriz
Esther Solano – cientista social, professora universitária
Flavia Cale - Presidenta da ANPG
Giba Assis Brasil – diretor de cinema e televisão, roteirista
Gilberto Gil – cantor, compositor
Gregorio Duvivier – ator, roteirista, escritor
Hique Gomes – musico, diretor, ator
Iago Montalvão – Presidente da UNE
Jean Wyllys – jornalista, professor universitário
Joao Paulo - coordenador nacional do MST
Johnny Hooker – cantor, compositor, ator
Joice Berth – escritora, arquiteta e urbanista
Jorge Furtado - cineasta
Laura Carvalho – economista, professora universitária
Lenio Streck – jurista, professor universitário
Leticia Sabatela – atriz , cantora
Luis Eduardo Soares – antropólogo
Marcelo Adnet – ator, compositor, roteirista
Marcia Tiburi – filósofa, escritora
Maria Aparecida Schumaher – Rede de Desenvolvimento Humano REDEH
Maria Gadu – cantora, compositora
Maria Ribeiro – atriz, escritora, cineasta
Mel Lisboa - atriz
Nora Goulart – produtora de cinema
Pablo Capile – produtor cultural
Paula Lavigne – produtora cultural
Petra Costa - cineasta
Rita Von Hunty – atriz, professora
Rozana Barroso - Presidenta da UBES
Sergio Mamberti – ator, diretor, produtor cultural
Silvio Almeida – advogado, filósofo, professor universitário
Sonia Guajajara – coordenadora da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil
Tereza Cristina – cantora , compositora
Totonho Villeroy – cantor, compositor
Valeria Barcellos - cantora
Wagner Moura – ator , diretor
da Redação

Comentários