Oportunismo faz Moro partir para a vitimização e invencionice de desculpas para a sua saída do governo

Sérgio Moro perdeu todos os limites.

A que ponto chegou o ex-juiz da Lava Jato…

Não perde uma oportunidade de se vitimizar e atacar o Governo Federal.

Em sua mais recente entrevista, desta feita ao jornal britânico Financial Times, o ex-ministro disse que o governo de Jair Bolsonaro usou sua presença na equipe ministerial como “desculpa” para demonstrar que medidas anticorrupção estariam sendo tomadas.

Para Moro, o governo não estava fazendo muito e que esta agenda tem sofrido “reveses desde 2018”, quando Bolsonaro se elegeu.

"Uma das razões para eu sair do governo foi que não estava se fazendo muito (pela agenda anticorrupção). [...] Eles estavam usando minha presença como uma desculpa, então eu saí. A agenda anticorrupção tem sofrido reveses desde 2018", disse Moro.

Puro delírio do ex-magistrado.

Moro se esquece de que só depois de sua saída, a Lava Jato voltou a andar e inclusive - depois de muito tempo - chegou ao PSDB, e enquadrou líderes tucanos como José Serra e Geraldo Alckmin, e ele, por sua vez, manteve-se em silêncio sobre o fato…

Lamentável!

Fonte: Estadão

da Redação

Comentários